Liturgia – 5º Domingo Comum

Categoria (Artigos) por Alexandre em 02/05/2018

Deus socorre a Humanidade enferma.
1.Acolhida
Somos convidados a celebrar com Jesus e deixar-nos ensinar por Ele. Ele é o Mestre e nós somos os alunos! Jesus não amaldiçoa a enfermidade e a dor, mas estende sua mão para libertar-nos da mesma. Hoje, Ele estende sua mão para a sogra de Pedro e ela se levante e começa servi-los.
Jesus não aboliu a dor – sinal de nossa fragilidade – mas deu-lhe sentido solidário para a salvação: Todos são salvos pela dor suportada por Jesus! São Paulo diria: “Completo em meu corpo o que falta à redenção de Jesus!”

2.Palavra de Deus
Jó 7,1-4.6-7 – A dor é um mistério: por que existe e como vencê-la se o próprio Deus permanece em silêncio perante a mesma? Jesus não explica o mistério da dor, mas ensina como socorrer àquele que sofre!

1Co 9,16-19.22-23 – O cristão não é aquele que dita sentenças a respeito de quem é culpado ou inocente! Ele deve estender sua mão e socorrer quem sofre, ajudá-lo a levantar-se e tornar-se membro ativo na Comunidade. Nosso amor humilde e serviçal deve reerguer o enfermo e ajudá-lo na nova inserção na Comunidade!

Mt 1,29-39 – Jesus estende a mão e ajuda à sogra de Pedro a levantar-se de seu leito! Ele não é um “curandeiro”, mas alivia o sofrimento com o poder de sua Palavra!

3.Reflexão
O drama da enfermidade é pesado demais para ser humano. A dor e a morte não são normais e muito menos naturais, pois Deus não fez o sofrimento e muito menos a morte! Deus nos fez para a felicidade, mas o pecado do ser humano estragou o Plano de Deus. O sofrimento e a morte são fruto de nossos pecados! E somente Deus pode restaurar-nos e o faz mediante o sofrimento e a morte de seu querido Filho Jesus que morreu na Cruz por nós! Ele morreu e ressuscitou para garantir-nos salvação (Sb 1,13).

O pecado é a causa do sofrimento e da morte, mas não é apenas o pecado de nossos pais – Adão e Eva! A raiz está nos primórdios, mas a epidemia tem raízes em nosso próprio coração e em nossa própria vida distanciada de Deus! Para muita gente, o pecado não existe! É invenção dos padres e da Igreja! Mas o pecado não é uma simples desobediência: não ouvir a voz de Deus! O pecado é morte! Leia atentamente a narrativa do pecado de nossos pais, Adão e Eva. Não é uma narrativa histórica! É um mito, mas é a Palavra de Deus. Leia atentamente e verifique as consequências da desobediência de Adão e Eva: vergonha, medo de Deus, sofrimento e morte!… O pecado matou a vida divina que estava na vida de nossos primeiros pais. Hoje, ele mata a mesma vida divina que nos foi restituída pelo Sangue de Jesus, moro e ressuscitado!

Se você ama Jesus, procure estender sua mão aos sofredores e ajudá-los a se reerguerem de sua enfermidade. A vida cristã é maravilhosa quando repetimos os gestos de Jesus.

Paulo faz a apologia da liberdade, cujo centro inspirador é o outro. Liberdade não é egoísmo, mas altruísmo! Não é idolatrar a própria força, mas considerar a fraqueza do irmão que precisa de nossa mão estendida.

Frei Carlos Zagonel
http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=4941

Deixe sua resposta

Você deve estar logado para enviar seu comentário.