LITURGIA – Celebração Sagrada Família 31.12.2017

Categoria (Artigos) por Alexandre em 12/28/2017

Honra teu pai e tua mãe!
1.Acolhida
Celebramos, hoje, a Festa da Sagrada Família de Jesus, Maria e José. É a primeira Catequese evangélica sobre a importância da Família na Sociedade e na Igreja. A serpente, no Jardim, introduziu a morte e o sofrimento no seio da Família, mas Jesus restituiu a vida e a alegria de viver em família!
A família é obra de Deus e toda a família deve colaborar com esta obra dedicando amor e generosidade na formação da família iluminada pela Palavra de Deus, evitando as ideologias (idéias tortas) dos Meios de Comunicação Social. Evitando, especialmente, a ideologia de gênero.

2.Palavra de Deus –
Eclo 3,3-7.14-17ª – O mundo evolui, mas a Palavra de Deus permanece para sempre! Os Mandamentos divinos a respeito da Família permanecem; eles são a sabedoria divina, são caminhos seguros de felicidade.

Cl 3,12-21 – Deus ama o ser humano e, de modo particular, a Família e deixou-nos sua Palavra para iluminar seu caminho: “Que a Palavra de Deus, com toda a riqueza, habite em vós!”

Lc 2,22-40 – A vida é sempre um mistério! O mistério da vida de Jesus foi antecipado pelo piedoso Simeão: “Este Menino será causa de queda e de reerguimento para muitos (…) e uma espada transpassará a alma de sua mãe!”.

3.Reflexão.
Deus quer o ser humano como parceiro em sua obra da Criação e da Salvação: A vida humana se propaga sobre a terra por obra do próprio ser humano e, igualmente, sua salvação ou condenação. A Família é a célula viva da sociedade: se esta estiver enferma ou defeituosa, todo o edifício social e religioso entra em colapso. Cuidar da família é obra divina. Não basta vacinar as meninas aos 10/12 anos para facilitar-lhe o relacionamento sexual precoce! Esta é política do Estado que se considera católico!

“O Menino (Jesus) crescia e tronava-se forte e cheio de sabedoria, e a graça de Deus estava com Ele”!  Os índios peruanos diziam que os filhos eram pérolas preciosas, confiadas aos pais, pelos deuses, para serem cuidadas. O cuidado e a educação humana e religiosa dos filhos – que não devem ser gerados irresponsavelmente e nem deixados crescer como erva do campo”! A criança não é inocente (como se pensa): ela traz consigo as conseqüências do pecado original – a Lei da carne, como ensina São Paulo – que precisa ser corrigida pela Lei do Espírito Santo (Rm 7,14-25). Esta é a catequese necessária dos Pais de Família, que não pode ser terceirizada! É responsabilidade dos pais e Deus vai pedir-lhes contas severas a respeito da educação dos filhos. Isto para todos os pais sejam eles legítimos ou ilegítimos!

A defesa da Família é a urgência do momento!  Não há tempo a perder e toda e qualquer omissão neste campo é gravíssima, pois vai gerar conseqüências irreparáveis nos filhos e na sociedade! E não venham justificar a omissão, apelando para os “Direitos Humanos”!  Devemos respeitar as opções pessoais, mas a defesa de uma vida decente e normal para nossos filhos é questão de sobrevivência da espécie humana! Na Antiguidade, Deus destruiu Sodoma e Gomorra com fogo e enxofre incandescente (Gn 19); hoje, como é que o mundo será autodestruído? Certamente, com a droga e a irresponsabilidade humana com referência à Família humana!

As Leis de Deus são sabedoria divina para a felicidade humana!

Frei Carlos Zagonel
http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=4902

Deixe sua resposta

Você deve estar logado para enviar seu comentário.