LITURGIA – SANTA MÃE DE DEUS – 01.01.2017

Categoria (Artigos, Liturgia Diária) por Alexandre em 12/29/2016

“O Senhor volte seu rosto para ti E te dê a sua paz!”
1.Acolhida.
Irmãos e irmãs, bons desejos para todos ao longo deste Ano Novo! Em tempo de crise, desejamos que todos tenham emprego, saúde e paz em suas casas, que a violência diminua e que nossos homens públicos trabalhem e evitem a corrupção, respeitando o dinheiro da Nação.
A “Bênção divina” ilumine o nosso rosto de felicidade e de paz e que Deus caminhe conosco sempre e em toda a parte!

2.Palavra de Deus.
Nr 6,22-26 – A importância da “Bênção divina” não está nas palavras que a compõe, mas na certeza que Deus é a própria bênção. A fórmula pode ser linda, mas o brilho do rosto divino penetra em nossa oração e nos tornamos uma luz de felicidade.
Gl 4,4-7 – Deus nos deu o presente do Ano Novo – “Quando se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher (…) para que recebêssemos a filiação divina!” Jesus é o presente divino para toda a humanidade!
Lc 2,16-21 – Os pastores foram a Belém para receber o “presente de Deus”, mas encontraram um Menino, recém-nascido e deitado num cocho que servia para alimentar animais! Presente misterioso, surpresa de Deus que nos desafia iniciar uma nova vida, agora, iluminada pelo olhar do Menino Deus!

3.Reflexão.
É tradicional, na cultura de todos os povos, expressar bons desejos no início do Ano Novo. Os pais dão presentes aos filhos! Mas é Deus quem nos dá o verdadeiro presente que alegra o universo inteiro! Jesus é o presente de Deus! Os presentes materiais são apenas símbolos do presente divino! Desejamos felicidade e sucesso material e profissional ao longo do Ano Novo e Deus nos dá a riqueza infinita da filiação divina! Dá-nos a participação efetiva em sua própria vida divina: “Somos filhos adotivos de Deus e o somos de fato!” (1Jo, 3).
Ano Novo e com bons rendimentos financeiros e profissionais. É um bom desejo, mas os pastores encontraram um Menino pobre, enfaixado e deitado num cocho de animais e ouviram os anjos cantando nas alturas dos céus para nos recordar que a festa acontece nas alturas dos céus! O grande presente de Deus é saber que, agora, não somos mais escravos, mas filhos adotivos e herdeiros do próprio Deus! Este é o presente de Deus no início do Ano Novo.
A Virgem Maria ouviu a narrativa dos pastores e se recolheu em silêncio meditando em seu coração. Ela precisava entender a mensagem de Deus! O nascimento de um filho é sempre motivo de alegria, mas a alegria maior é saber que, agora, somos filhos de Deus e destinados para uma vida superior! Somos filhos de Deus e seremos como Ele é na glória de ressuscitado!
É bom superar o “Natal e o Ano Novo do Papai Noel” materialista e injusto porque a alegria e, para poucos: propaganda imensa, mas o poder de compra é para poucos! O verdadeiro presente de Final de Ano não é material! Descola do material, irmão, e considere o presente que Deus nos dá com seu Filho Jesus!

Frei Carlos Zagonel
Fonte:http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=4267

Deixe sua resposta

Você deve estar logado para enviar seu comentário.