5º domingo da Páscoa

Categoria (Artigos) por Pastoral Comunicação em 05/22/2011

Tags :

Neste domingo, a Liturgia da Palavra nos mostra o caminho para o Pai!!!

No Evangelho nos encontramos com Jesus respondendo a pergunta de Tomé, que talvez seja a nossa também: “Senhor, nós não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?” Jesus respondeu: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim”. A pessoa de Jesus nos revela o Pai e o Espírito Santo nos revela Jesus, que é o sinal visível do Deus invisível. Jesus é o rosto humano de Deus. “Quem me viu, viu o Pai”.

O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado através da pessoa de Jesus. Eis as duas naturezas de Jesus: natureza divina, porque é o filho de Deus, e natureza humana, porque é o filho de Maria.

Todos nós, pelo sacramento do batismo, nos tornamos imagens vivas do próprio Cristo Ressuscitado.

Os discípulos ainda não tinham compreendido, que Jesus, com sua vida e missão, lhes mostrava o caminho a seguir. Jesus é o único Caminho de cada cristão. Sua palavra é a verdade que nos leva à plenitude da vida, que é a vida eterna!

Quantos caminhos o mundo nos oferece afastando-nos do verdadeiro caminho. Quantas ilusões, quanta idolatria, quanta mentira que nos afastam da verdade revelada por Jesus Cristo, o enviado do Pai.

Quantas vidas destruídas, ignoradas, feridas, perdidas, desorientadas, por não conhecerem o caminho, a verdade e a vida que Jesus nos comunicou através de sua própria vida e missão para a salvação do mundo.

A obra de Jesus continua no testemunho de fé dos discípulos de ontem e de hoje.

A primeira leitura, dos Atos dos Apóstolos, nos ensina que a abertura à ação do Espírito Santo, possibilita a unidade da comunidade em meio à diversidade. Além do ministério da oração nas assembléias, e da pregação da Palavra de Deus, é necessário acolher os pobres, as viúvas, os marginalizados, os deficientes, enfim, aqueles que precisam de atenção especial.

O Salmo nos fala que os fiéis esperam na misericórdia do Senhor, pois Ele ama o direito e a justiça.

A primeira Carta de São Pedro nos diz que “Cristo é a pedra rejeitada pelos homens, mas escolhida e valiosa aos olhos de Deus”.

Por meio da vida, morte e ressurreição, Jesus tornou-se a pedra viva sobre a qual se constrói o novo edifício Espiritual.

Confiantes, deixemos que o Senhor oriente a nossa caminhada, como fizeram os primeiros cristãos.

Em Cristo ressuscitado, pedra angular do edifício, somos escolhidos e preciosos para Deus, mas também rejeitados, sofremos através de diversas provações.

Renovemos nossa fé em Jesus Cristo, que é o caminho, e nos conduz à verdadeira vida. Que nossos corações não se perturbem, pois Jesus está no meio de nós, e se dá, como alimento verdadeiro, em seu Corpo e Sangue, em cada Celebração Eucarística.

Caminhemos na estrada de Jesus, o caminho que nos leva ao Pai. Amém!

Noely de Almeida Penna

Pastoral litúrgica – Capela São Benedito

Deixe sua resposta

Você deve estar logado para enviar seu comentário.