Liturgia – 24º Domingo Comum

Categoria (Artigos, Liturgia Diária) por Alexandre em 09/14/2018

“SE ALGUÉM QUER SEGUIR-ME TOME A SUA CRUZ E SIGA-ME!”

1.Acolhida:
Seguir a Cristo é um sério desafio para um mundo que gosta de aparências e não aprecia valores morais e espirituais. Para seguir Jesus Cristo é preciso descobri-lo como o valor maior de nossa vida e quem o descobre, vende todos os seus bens e compra o valor descoberto! Quem é Jesus Cristo para você, para mim? Eita pergunta danada, incomoda, mas necessária!
Quando Jesus Cristo falou da cruz, muitos julgaram a Palavra dura demais e deixaram de segui-lo! Mas Ele é o Caminho, o único caminho que leva para o céu!

Leia Mais »

Tempo da Quaresma

Categoria (Artigos, Formação) por Alexandre em 02/16/2018

Na Santa Missa desta Quarta-feira de Cinzas, Francisco sublinhou a importância do cristão parar, olhar e regressar a Deus – Da redação CANÇÃO NOVA.

“Para, olha e regressa”, este é o convite feito pelo Papa Francisco na Santa Missa desta Quarta-feira de Cinzas, 14, celebrada no Vaticano, em Roma. Neste dia de jejum e penitência, o Santo Padre sublinhou a necessidade dos cristãos aproveitarem o tempo da quaresma para desmascararem tentações e deixarem o coração voltar a bater segundo as palpitações do coração de Jesus.
Segundo Francisco neste tempo de reflexão e correção do coração, a Igreja propõe que todos os fiéis se atentem a tudo que possa “arrefecer” e “oxidar” o coração. “Cada um de nós conhece as dificuldades que deve enfrentar, e é triste constatar nas vicissitudes diárias como se levantam vozes que aproveitando-se da amargura e da incerteza, (…) semeam o fruto da desconfiança, que é a apatia e a resignação. Demônios que paralisam e cauterizam a alma”, refletiu. Leia Mais »

Catequeses sobre a Santa Missa (Liturgia da Palavra)

Categoria (Artigos, Formação) por Alexandre em 02/05/2018

PAPA FRANCISCO –  AUDIÊNCIA GERAL
Praça São Pedro – Quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Bom dia, estimados irmãos e irmãs!
Hoje damos continuidade às catequeses sobre a Santa Missa. Depois de termos refletido sobre os ritos de introdução, consideremos agora a Liturgia da Palavra, que é uma parte constitutiva porque nos reunimos precisamente para ouvir aquilo que Deus fez e ainda tenciona realizar por nós. É uma experiência que acontece “diretamente” e não por ter ouvido falar, pois «quando na Igreja se lê a Sagrada Escritura, é o próprio Deus que fala ao seu povo; e Cristo, presente na palavra, anuncia o Evangelho» (Ordenamento Geral do Missal Romano, 29; cf. Const. Sacrosanctum concilium, 7; 33). E quantas vezes, enquanto se lê a Palavra de Deus, se comenta: “Olha aquele…, olha aquela… olha o chapéu que ela tem: é ridículo…”. E começa-se a fazer comentários. Não é verdade? Devem-se fazer comentários durante a leitura da Palavra de Deus? [respondem: “não!”]. Não, porque se tu tagarelas com as pessoas não ouves a Palavra de Deus. Quando se lê a Palavra de Deus na Bíblia — a primeira Leitura, a segunda, o Salmo responsorial e o Evangelho — devemos ouvir, abrir o coração, pois é o próprio Deus que nos fala, e não podemos pensar noutras coisas nem falar de outros assuntos. Entendestes?… Leia Mais »

Liturgia – 5º Domingo Comum

Categoria (Artigos) por Alexandre em 02/05/2018

Deus socorre a Humanidade enferma.
1.Acolhida
Somos convidados a celebrar com Jesus e deixar-nos ensinar por Ele. Ele é o Mestre e nós somos os alunos! Jesus não amaldiçoa a enfermidade e a dor, mas estende sua mão para libertar-nos da mesma. Hoje, Ele estende sua mão para a sogra de Pedro e ela se levante e começa servi-los.
Jesus não aboliu a dor – sinal de nossa fragilidade – mas deu-lhe sentido solidário para a salvação: Todos são salvos pela dor suportada por Jesus! São Paulo diria: “Completo em meu corpo o que falta à redenção de Jesus!” Leia Mais »

Liturgia – 2º Domingo Comum 14.01.2018

Categoria (Artigos) por Alexandre em 01/13/2018

“Mestre, onde moras?”

1.Acolhida.
A Liturgia oferece-nos, ao longo do ano, leituras da Palavra que ilustram todo Mistério de Jesus. Hoje, iniciamos o “Tempo Comum”, ou seja, o Tempo das Catequeses do Senhor. Ele sai do silêncio da Casa de Nazaré e inicia sua vida apostólica e Jesus escolhe seus auxiliares, os Apóstolos.
Não somos nós que escolhemos o Senhor; quem escolhe e chama é Ele! A nós cabe aceitar e obedecer! A Deus agrada mais a obediência que os holocaustos! (1Sm 13,22-23). Na vocação verdadeira Deus sempre tem a iniciativa. Os Apóstolos deixaram o próprio pai no trabalho da pesca e seguiram a Jesus, que prometeu fazê-los pescadores de homens! Leia Mais »